data-urlencoded-name="camren-is-real-blog" class="narrow index-page">
romeuemcrise
Com você eu aprendi que existem mais coisas bonitas no mundo do que eu imaginava. Aprendi que ser namorado é muito mais do que segurar a mão de alguém e andar de aliança por aí. Aprendi o que é viver por alguém, o que é colocar uma única pessoa na frente de tudo. Aprendi o que é ser feliz. Aprendi o que é de fato uma amizade para todas as horas, e sem fim. Você entrou na minha vida não somente para me ensinar a amar. Você apareceu para me mostrar como é viver. Dentre todas as pessoas do mundo eu sempre escolheria você. Porque você é mais do que amar. Você é meu melhor amigo, meu anjo particular. Meu tudo. Obrigada por me aguentar, e por essa paciência infinita que você tem. Obrigada por todas as vezes que eu te liguei durante a noite e você me acalmou. E disse “Calma, vai lá, vê o que dá e depois a gente vê o que faz”. Obrigada por confiar e acreditar em mim até quando eu não acredito mais. Obrigada pelos colos depois dos dias difíceis. E pelos abraços e beijos, e companhia, que deixa minha vida tão mais bonita. Obrigada por ter ficado comigo para ver o sol se por, e por me achar boa suficiente para você. Por ficar do meu lado sempre, SEMPRE! Obrigada por ter apostado em mim desde o começo. Obrigada por me fazer uma pessoa melhor, pelos carinhos, as conversas, as borboletas no estômago. Obrigada por me amar e me entender como mais ninguém nesse mundo. Por me salvar todos os dias. Por fazer eu me sentir especial e amada cada segundo ao seu lado. Obrigada pelos abraços mais acolhedores do universo. Por ser o melhor namorado do mundo inteiro. Por ser o melhor dos melhores amigos que essa terra já viu. Obrigada por ser você, e por ter me escolhido dentre todas as suas opções. Estaremos juntos por toda a eternidade. Estarei sempre aqui para você, não importa o que aconteça, e nem o quão errado você esteja. Estamos juntos, sempre. Eu te amo, e nada no mundo pode mudar isso. Feliz dia do amigo, para o meu eterno melhor amigo.
Bruna Lourenço  (via romeuemcrise)
antipoetico
Porque, olha, eu adoro seu jeans desbotado. E seu sorriso tímido. E a linha da sua coluna vertebral quando se senta de qualquer jeito, sem se importar com postura. Também o modo como repete meu nome, quando diz que não me aguenta em tom de riso. Eu gosto tanto disso tudo, que me chega a doer. Que me chega a revirar o estômago, só de pensar em um dia perder. Eu, logo eu, que me gabava por não escrever diretamente sobre você em público, veja só, publicarei em poucos minutos uma declaração-sem-vergonha que fiz com corações nos olhos. Eu, que preferia viver dizendo tudo isso só para você, estou, neste momento, confessando todo o meu amor pelas suas sardas, olhos cerrados e boca cor-de-vinho para quem quiser ler. O que quero dizer é que não consigo guardar em mim esse afeto pelo seu sorriso, sobrancelhas franzidas e pés que se encaixam perfeitamente nos meus. Essa alegria que sinto só com você por perto. É tanto amor que quase me afogo quando paro para pensar. Eu! Logo eu, que me dizia tão segura.
Rio-doce.  (via antipoetico)
distanciarei
Portanto, sempre ia dar minha volta pela praia. Como era bem cedo, não precisava contemplar aquela gigantesca demonstração de desperdício da humanidade, empanturrada lado a lado, soltando piadas, resmungando coisas sobre sexo e comentando resultados de teste com rãs. Não precisava vê-los andando ou se espreguiçando pra lá e pra cá com seus corpos horríveis e vidas vendidas — sem olhos, sem vozes, nem nada, e sem nem saber disso — somente a merda do desperdício, a nódoa em cima da cruz.
Charles Bukowski. (via distanciarei)
romeuemcrise
Tem muita gente que pensa que ama. Não sou ninguém para julgar o amor dos outros, longe de mim. Mas o amor, o amor mesmo, o amor maduro, o amor bonito, o amor real, o amor sereno, o amor de verdade não é montanha-russa, não é perseguição, não é telefone desligado na cara, não é uma noite, não é espera. O amor é chegada. É encontro. É dia e noite. É dormir de conchinha. É acordar e fazer um carinho de bom dia. É ajuda, mãos dadas, conforto, apoio. E saco cheio, também. Porque de vez em quando o amor enche o saco. Tem rotina, tem manhã, tarde, noite, tem defeito, tem chatice, tem tempestade. Mas o céu sempre limpa. Porque o amor é puro como o azul do céu.
Clarissa Corrêa.   (via romeuemcrise)
soupoetico
Não é bacana ser orgulhoso. Não é bacana morrer de vontade de falar, ver ou sentir alguém e não colocar isso para fora. Se mostrar forte, mas ter o mesmo pensamento quando acorda e quando dorme. Dizer para todo mundo que esqueceu quando nem você mesmo se convenceu. Lembrar com a cabeça no travesseiro ou o olhar congelado na estrada. Ouvir a música e conseguir sentir o cheiro. Ir ao restaurante e lembrar da mesa de sempre. Ver a foto e sentir aperto. Ligue, chame, mande uma mensagem, apareça sem avisar. Não há deslize ou vacilo que impeça você de tentar. Se a sua sinceridade não for bem recebida, acontece. Toda decepção vale o alívio. Não é bacana engolir a saudade. Sério, orgulho dá gastrite.
Nicholas Hoffman.   (via soupoetico)
alentador
Olha, eu gosto de você. Eu realmente achei que poderia beijar sua testa, sentir duas semanas de dor misturada com a empolgação de sofrer na Inglaterra, e depois sentir que tudo bem, se eu nunca mais pudesse vê-la. Eu me iludi achando que mesmo muito longe, talvez compartilhando fotografias e mensagens eletrônicas breves, nós daríamos um jeito de estar juntos, próximos, ligados. Ledo engano. Eu pedi pra você esperar, você me olhou com aquela inesquecível feição de - eu espero, se você esperar aqui comigo.
Gabito Nunes.    (via alentador)
adesejar
E de repente, eu me vi assim, completamente seu, vi a minha força amarrada no seu passo, vi que sem você não há caminho, eu não me acho, vi um grão de amor gritar dentro de mim como sonhei um dia. Quando o meu mundo era mais mundo e todo mundo admitia. Uma mudança muito estranha, mais pureza, mais carinho, mais calma, mais alegria no meu jeito de me dá, quando a canção se fez mais clara e mais sentida, quando a poesia realmente fez folia em minha vida, você veio me falar dessa paixão inesperada por outra pessoa. Mas não tem revolta não, quero que você se encontre, saudade até que é bom, melhor que caminhar vazio… Amanhã será um novo dia e certamente eu serei mais feliz.
Caetano Veloso.  (via adesejar)